sábado, 29 de setembro de 2012

Poeminha eleitoral



Oswaldo Goeldi: Mulher despejada.
 
Eleição é muda.
Eleição só muda
o eleito.

Eleição germina:
é muda
de nada.
Eleição se cala:
é muda
de tudo.
Eleição se faz:
e nada
muda.

JC

Nenhum comentário:

Postar um comentário